Nota de repúdio a preconceito racial praticado contra a Professora Doutora Isabel Reis

O Programa de Pós-Graduação em História Regional e Local – Uneb/Campus V repudia, publicamente, os atos de preconceito racial cometidos por um aluno da Universidade Federal do Recôncavo Baiano/Cachoeira-Bahia contra a Professora Doutora Isabel Cristina Ferreira dos Reis e divulgados pelas redes sociais/digitais nesta data.

Ofensas raciais se constituem crime e são evidências de violência contra a pessoa, a cidadã e a profissional em seu exercício docente. Devemos combater, com veemência, qualquer tipo de ofensa, agressão e ato de discriminação racial cometido à pessoa individualmente e que, na sequência, impacta em todos/as os cidadãos e cidadãs brasileiros/as, levando em consideração que as lutas políticas e sociais, historicamente enfrentadas pelas populações negras e engrossadas por todos e todas que defendem a igualdade entre os povos, nas suas diferenças étnico-raciais, de classe, de gênero, religião, nacionalidade, são contínuas e permanentes.

Sempre em alerta, devemos, em nome da democracia, dos direitos assegurados pela maioria da população brasileira, composta por pessoas negras e pardas, e da ética que fundamenta o nosso ofício de historiadores/as rechaçar, denunciar e combater atos dessa natureza.

Racismo é crime inafiançável! Disque 100 e denuncie! A Carta Constitucional que rege as leis maiores do Brasil elegeu a igualdade como direito fundamental dos/das brasileiros/as e considera o racismo crime inafiançável.

O Programa de Pós-Graduação em História Regional e Local repudia qualquer ato racista e reforça seu ativismo na luta por uma sociedade justa, igualitária e sem qualquer tipo de preconceito e discriminação.

10 de dezembro de 2019

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>